Pedestre ao celular tem 80% mais chances de ser atropelado

Apesar de ser um tema recorrente na vida dos motoristas, o uso do celular pelos pedestres também virou um hábito arriscado no trânsito. De acordo com o DETRAN do Paraná, ler, falar, digitar e até usar fones de ouvido aumentam as chances de acidentes em até 80%.

Essa prática é tão comum que na Alemanha a prefeitura decidiu fixar semáforos nas calçadas para que as pessoas pudessem perceber os sinais na rua.

Distração de pedestres com o celular aumenta riscos de atropelamentos.

O aumento de acidentes também está ligado com a falta de concentração na via. Quando estamos distraídos, não atravessamos na faixa de pedestres ou não respeitamos o sinal fechado e diversas outras imprudências no trânsito.

É claro que a regra básica para não fazer parte dessa porcentagem é prestar atenção enquanto caminhamos e, principalmente, evitar ao máximo utilizar o celular.

Outra pesquisa relacionada a esse comportamento foi realizada pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia que mostrou que 60% dos pedestres no trânsito tinham o hábito de usar o celular, e mais de 70% admitiram deixar de olhar para os lados ao atravessar por estarem distraídos com seus smartphones.

Além de não mexer no celular, podemos recomendar também o cuidado com um dos pontos mais relevantes no trânsito: Ver e ser visto. Para que isso aconteça, basta estar atento, fazer contato visual com os motoristas (certificando que você foi realmente notado), optar por roupas claras e, se possível, com tecidos ou acessórios refletivos.

É muito importante selecionar a cor correta da peça de roupa para que você seja visto no trânsito.

Outra questão ignorada pelas pessoas é o respeito pelas placas de regulamentação e advertência no trânsito. As placas instaladas nas ruas e rodovias não são destinadas apenas aos condutores… O pedestre também tem a responsabilidade de obedecer os sinais de trânsito destinados a ele.

Sinal de Regulamentação – R-29: Proibido trânsito de pedestres

Podemos concluir que, no trânsito, a sua segurança e a dos outros que dividem este espaço com você devem ser sempre prioridade. Gostou deste conteúdo ou surgiu alguma dúvida? Entre em contato conosco! Telefone: (19) 3327-6017

Referências e fontes:

  • Instituto de Certificação e Estudos de Trânsito e Transportes, ICETRAN.
  • Radar Nacional (www.radarnacional.com.br)