Tráfego intenso de veículos no Carnaval requer cuidados ao viajar na BR-101

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/SC) orienta aos usuários da BR-101 Sul/SC que redobrem a atenção ao trafegar durante a noite e madrugada, especialmente nos dias em torno do feriado de Carnaval. A quantidade de veículos em movimentação nesse período é intensa em todos os horários, requerendo cuidados redobrados pelos motoristas. Um descuido ou negligência, nestas condições, são fatores determinantes para causar graves acidentes.

Dentre as recomendações feitas pelo DNIT/SC, o descanso do motorista é fundamental para garantir a segurança da viagem. Paradas para descanso e alimentação são fundamentais, porém, precisam ser em locais adequados. Parada no acostamento somente em caso de emergência, sendo os postos de combustíveis ou os postos da PRF locais adequados.

Outra indicação feita é quanto à manutenção do veículo. Além da manutenção veicular, os limites de velocidade devem ser respeitados, para uma viagem segura. Para trechos duplicados em lotes liberados, a velocidade limite para veículos de pequeno porte é de 110 km/h, com limite de 90 km/h para transportadores de carga e passageiros. Em trechos de pista simples ou segmentos duplicados onde não sinalização vertical indicando o novo limite, a velocidade continua em 80 km/h para todos os veículos.

Ao trafegar em tempo chuvoso é feito o alerta para a redução de velocidade. Mesmo em chuva fraca, forma-se sobre o pavimento camada d’água. Por isso, a redução da velocidade de tráfego e o distanciamento do veículo da frente são necessários.

Problemas com o veículo

Quando o veículo apresentar pane sinalize o local com o triângulo-refletivo, numa distância de 50 metros do local. Procure ajuda rapidamente e proteja-se do tráfego da rodovia. Após sinalizar, o motorista deve entrar em contato com a PRF ou uma empresa de guinchos, para realizar a retirada do veículo, oferecendo mais segurança aos usuários da rodovia.

Colaboração: Muriel Ricardo Albonico

Fonte: Acesse o site da Engeplus